Natal despacha zebra e garante vaga na final

Categoria: Esportes , Criado em Segunda, 29 Novembro 2010 22:34 Escrito por Robson Sousa ,
Imprimir E-mail

natalO Natal teve sua primeira oportunidade logo aos 3 minutos de jogo com Adriano caindo pela direita e cruzando para Binho marcar o primeiro gol no placar, subindo entre a zaga do Madeira e colocando de cabeça para o fundo das redes. Esse gol desarticulou totalmente o Cia, que não se encontrava em campo e nada que se fazia dava certo.  O técnico Marçal ia a loucura com sua zaga que não dava consistência alguma para o goleiro que sofria com as investidas de Rafael, Marcelo, Helder e Binho, apoiados pelos cruzamentos de Adriano que tirava o sono da defesa do Madeira.

natalEm partida válida pela semifinal do campeonato amador de Caeté, o Natal bateu a equipe do Cia da Madeira por 2 a 1, domingo no estádio Municipal José Viana, no Centro da cidade, que recebeu um bom público em suas dependências.

O primeiro jogo da semifinal, entre Natal e Cia, terminou empatada em 2 a 2, no campo do Ferro Brasileiro, na semana passada, com isso o Natal jogava pelo empate e somente a vitória era o que interessava ao Cia.

O Natal teve sua primeira oportunidade logo aos 3 minutos de jogo com Adriano caindo pela direita e cruzando para Binho marcar o primeiro gol no placar, subindo entre a zaga do Madeira e colocando de cabeça para o fundo das redes. Esse gol desarticulou totalmente o Cia, que não se encontrava em campo e nada que se fazia dava certo.  O técnico Marçal ia a loucura com sua zaga que não dava consistência alguma para o goleiro que sofria com as investidas de Rafael, Marcelo, Helder e Binho, apoiados pelos cruzamentos de Adriano que tirava o sono da defesa do Madeira.

ciadamadeiraO Madeira chegou pela primeira vez ao ataque aos 12 minutos com Douglas batendo falta, Emanuel, goleiro do Natal rebateu e Claudinho perdeu uma chance incrível de empatar a partida.

Mas Rafael não desperdiçou a chance que apareceu aos 13 minutos, quando recebeu na entrada da área e com um chute seco, transpôs as redes adversária, deixando o Natal muito perto da final. O Cia da Madeira fez várias substituições, mas de nada adiantou a equipe continuava apática e quente era somente o tempo, já que o calor era causticante e o grande jogo não apareceu, como foi a primeira partida. Marcelo que é bom para armar mostrou também que consegue desarmar com muita eficiência, o que dificultou ainda mais os ataques do Cia.

O segundo tempo começou com muito calor e o Cia melhorou em campo, mas não o suficiente para conseguir uma virada. A equipe pecava muito no setor ofensivo e o Natal passou a ir somente na boa, explorando os contra ataques e dando muito trabalho para Anderson goleiro do Cia.

Evaldo do Cia diminuiu o marcador aos 35 minutos com um gol de falta, o que reacendeu a possibilidade de um empate e a virada. O Natal cozinhou o jogo gastou o tempo, principalmente com jogadas individuais de Marcinho que infernizava a defensiva do Madeira, chegando em dados momentos a receber faltas desclassificantes do adversário, onde todos achavam que ele não estava respeitando, entendendo eles que Marcinho estava querendo humilhar nas jogadas, ai foi somente esperar  o árbitro apitar final de jogo para o Natal sair do campo comemorando a classificação para a final.

 

NATAL: Emanuel, Luis, Gilmar, Cláudio, Rafael, Adriano, Helder (Reinaldo), Marcelo, Marcinho, Dener, Binho. Técnico: Silvinho.

 

CIA DA MADEIRA: Anderson, Wanderson, Sander (Evaldo), Claudinho, Gustavo, Douglas (Ronilson), Barbacena (Tico), Julinho (Bruno), Bruno (Janderson), Pedrinho, Guiga. Técnico: Marçal.

 

ARBITRAGEM: Dênio Lopes

Elizabeth Moreno

Flávio Rodrigues.