Vasquinho a um passo do hexagonal

Categoria: Esportes , Criado em Domingo, 19 Setembro 2010 23:25 Escrito por Robson Sousa ,
Imprimir E-mail

vasquinhoA partida começou com as equipes se estudando e com muita cautela para atacar, mas em dados momentos a inoperância de ataque era nítida com chances perdidas dos dois lados. A primeira oportunidade de abertura de placar foi com o Vasquinho, Rodriguinho lançou Cannigia que por cobertura mandou a bola para fora. O Bonsucesso respondeu de imediato, Jonatan passou por três marcadores e chutou pela linha de fundo. O Bonsucesso passou a tomar as rédias do jogo e a partir dos 10 minutos foi um sufoco que a casa do Vasquinho não caiu pela boa atuação da zaga misturado ao péssimo desempenho ofensivo do Bonsucesso.

 

vasquinhoEm partida válida pela nona rodada do amador de Caeté, promovido pela LMDC, o Vasquinho entrou de vez na briga do título ao vencer o Bonsucesso por 3 a 0, no estádio Gastón Maignné, em José Brandão.

A partida começou com as equipes se estudando e com muita cautela para atacar, mas em dados momentos a inoperância de ataque era nítida com chances perdidas dos dois lados. A primeira oportunidade de abertura de placar foi com o Vasquinho, Rodriguinho lançou Cannigia que por cobertura mandou a bola para fora. O Bonsucesso respondeu de imediato, Jonatan passou por três marcadores e chutou pela linha de fundo. O Bonsucesso passou a tomar as rédias do jogo e a partir dos 10 minutos foi um sufoco que a casa do Vasquinho não caiu pela boa atuação da zaga misturado ao péssimo desempenho ofensivo do Bonsucesso.

O Vasquinho igualou forças aos 18 minutos, respondendo com contra ataques rápidos e em um desses lances Leonardo do Vasquinho recebeu a bola pelo meio, ultrapassou seu marcador e meteu uma porretada de fora da área que o goleiro nem observou por onde ela passou, 20 minutos 1 a 0 Vasquinho. Apesar da leve superioridade do Bonsucesso, a equipe tinha muita dificuldade para absorver o impacto e tentar algo novo na partida.

Veio o segundo tempo e as equipes com mais organização em campo fez com que o jogo melhorasse e com isso as oportunidades apareceram mais e os jogadores com mais bonsucessogana protagonizaram uma sucessão de ataques que fizeram os goleiros trabalharem muito. Thiago que entrou no primeiro tempo no lugar de Leonardo que saiu machucado colocou fogo no jogo e marcou 2 a 0 aos 23 minutos. Esse resultado para o Bonsucesso não era interessante e ai que as coisas pioraram, a equipe novamente passou a não ter qualidade no ataque e errar muito na defesa, o que dava a chance ao Vasquinho de segurar a bola e ir na boa, tanto que no apagar das luzes Rodolfo teve fôlego para fechar o placar em 3 a 0 Vasquinho. O Árbitro da partida expulsou o presidente do vasquinho, Fábio Rosa, por reclamação. Agnaldo do Bonsucesso também foi expulso após ter recebido cartão amarelo que no lance seguinte com muita raiva da decisão da arbitragem disse que o árbitro era um ¨BOSTA¨, José Carlos, o árbitro não se comoveu com as palavras e o pôs para fora do jogo. A partida ainda teve mais duas expulsões, Lacinho após cometer falta, continuou segurando o jogador Deivinho do Bonsucesso que tentava  revidar com pesadas, o árbitro não titubiou chamou os dois jogadores depois da confusão já controlada e mandou todos os dois para o chuveiro.

 


VASQUINHO: Jair, Estevão, Den, Diogo, Lacinho, Rodolfo, Leonardo (Thiago), Egilson, Rodrigo, Guilherme (Washington), Cannigia. Técnico: Fabinho

 

BONSUCESSO: Raphael, Túlio (Agnaldo), Gleison, Jonatan, Deivinho, Arruda, Alair, Diego (Willian), Cleidimar (Sasa), Leandro, Adneilson (Teça). Técnico: Hugo.

 

ÁRBITRO: José Carlos de Itabira.