Câmara cria comissão para apurar denúncia que cita indícios de existência de uma organização criminosa na casa

Categoria: Politica , Criado em Quarta, 21 Março 2018 20:37 Escrito por VcNaNeT ,
Imprimir E-mail

vereadores denuncia caete

Na reunião ordinária realizada na Câmara Municipal de Caeté nesta última terça-feira (21), foi aceita a denúncia apresentada pelo Vereador Alex Magalhães no dia 6 de março de 2018.

Para realizar a apuração dos fatos, a mesa diretora da casa constituiu uma comissão especial composta pelos vereadores: Antonio Carlos Gonçalves (presidente), Sergio Ferreira dos Santos (relator) e Nilo Teixeira Filho (membro). A mesa terá o prazo de 30 dias para realizar os trabalhos e dar um parecer sobre a denúncia.

A denúncia

Divulgada em primeira mão no Facebook do VcNaNeT, o Vereador Alex Magalhães disse que foi lhe oferecido vantagens a ele e também para Tequinho (PPS) e Guilherme Rosa (PTB) ganharem a disputa pela mesa Diretora da Câmara Municipal de Caeté, ocorrida em dezembro de 2017.  Alex também implicou Adilson Moreira (PDT) na denúncia.

No material de 4 páginas, Alex afirmou que foi formada uma "organização criminosa" para interferir na eleição da Mesa Diretora e conseguir votos para a chapa do líder do governo. Entre as vantagens que teriam sido oferecidas por pelos vereadores, estariam a liberação de alvará de funcionamento para a Padaria do Povo, projeto liderado por Alex que a muito tempo estava funcionando sem o alvará que coincidentemente foi liberado no mesmo dia da eleição 05 de dezembro conforme você pode conferia baixo.

alvara

 

Alex também disse que o prefeito Lucas Coelho (PTB) e o então secretário de Governo, à época da eleição da Mesa Diretora, Webber Leite, fariam parte de um esquema para "infringir leis".

Clique aqui para ver a denúncia completa.

O outro lado

Ao fazer uso da palavra na reunião que foi protocolada a denúncia, os vereadores Tequinho, Adilson e Guilherme negaram qualquer irregularidade.

Em resposta ao questionamento do VcNaNeT, Guilherme e Tequinho disseram que não tem nada a declarar. Já Adilson disse: "Foi ótimo o presidente da câmara acatar a os relatos e criar a comissão, pois com ela a verdade virá a tona e todos verão que a situação foi armada e que a única coisa que ele fez foi atender uma ligação. Adilson ainda salientou que se alguém levou alguma vantagem nesta episódio foi o vereador Alex Magalhães.