Em Nova União pai é preso por suspeita de abusar sexualmente da filha

Categoria: Casos de Policia , Criado em Segunda, 01 Abril 2019 17:45 Escrito por PC MG ,
Imprimir E-mail

abuso de menor b6fc2fa11d
Imagem ilustrativa

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 38 anos, investigado por estupro de vulnerável. Segundo apurado, o homem teria abusado sexualmente da filha dos dez aos 12 anos de idade. O suspeito foi localizado na última quarta-feira (21), em Nova União, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com o Delegado Guilherme Catão, a vítima, atualmente com 14 anos, para fugir do agressor, foi morar com a avó em outra cidade, entretanto, não relatou os fatos a ninguém. Com a morte da avó, retornou para a casa dos pais. Os abusos retomaram e a garota resolveu contar a um parente, que levou a situação ao Conselho Tutelar. O órgão, por sua vez, fez a denúncia à PCMG. "A vítima tinha medo que o pai fosse preso. Ele também dava presentes a ela para que o caso não fosse revelado", conta.

Conforme os levantamentos, a menina era abusada quando o pai fazia uso de bebida alcoólica. "Durante a investigação, reunimos elementos por meio de depoimentos e exames periciais", conta o Delegado, ao dizer que as provas apontaram a ocorrência da violência sexual. Já o investigado nega as acusações. "Infelizmente, essa é uma situação comum. É importante que a família acompanhe as crianças e adolescentes, fiquem atentos às mudanças de comportamento e denunciem as violências", ressalta.

O Delegado Regional Bruno Affonso destacou o trabalho investigativo e de repressão qualificada realizado em casos dessa natureza. "Esse tipo de apuração é mais complexa quando ocorre no ambiente doméstico, devido aos vínculos", observa. O inquérito policial já foi concluído e remetido à Justiça com indiciamento do acusado por estupro de vulnerável. Já a vítima, foi encaminhada ao Conselho Tutelar até a nomeação de um tutor, uma vez que a adolescente também já perdeu a mãe.