Em primeiro fórum da rede em Caeté Crescimento sustentável é discutido

Categoria: Cidade , Criado em Quarta, 28 Fevereiro 2018 18:57 Escrito por Divulgação ,
Imprimir E-mail

I forum partido rede

Os caminhos para que Caeté cresça foram discutidos na manhã do último sábado (24), durante o I Fórum de Eixos Estratégicos para uma Caeté Sustentável, realizado pela Rede Sustentabilidade na Câmara de Vereadores.

Em um debate de alto nível, foram apresentadas práticas já realizadas em outros municípios e reflexões, experiências e alternativas para os desafios de Caeté. O Fórum seguiu o modelo proposto pela Rede Sustentabilidade a nível nacional, que tem discutido nas capitais brasileiras temas relevantes para a sociedade e para o desenvolvimento do país.

Abrindo o evento, o cientista político Txai Costa tratou a importância da associação das pessoas através de cooperativas, ong’s e coletivos que respeitem as diferenças individuais e promovam o bem comum. Criar um espaço para o debate democrático e estimular a população a ser protagonista do processo político foram pontos trabalhados por Txai, que ainda trouxe experiências de sucesso implantadas em Nova Era.

O ambientalista Izinho Benfica falou sobre a importância de práticas sustentáveis, abrangendo não apenas o seu conceito ambiental, mas todas as questões para o ordenamento e pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade. O principal desafio, apresentado por Izinho, foi o diálogo entre as diferentes áreas da gestão pública para uma gestão transversal.

A experiência do Corredor Turístico de Araguari, implantado naquele município pelo caeteense Juberson Paju, foi apresentada durante o Fórum como uma alternativa para o desenvolvimento do turismo no município. O projeto, já em implantação em Araguari, apresenta resultados positivos para o crescimento do turismo e a melhoria do lazer e da mobilidade.

O projeto destaca-se pelo baixo custo de investimento da Prefeitura de Araguari e por sua realização através de parcerias que permitiram, por exemplo, a instalação de um vagão desativado, doado pela VLI para instalação de um centro de artesanato. Paju destacou a sua trajetória em Caeté e manifestou sua satisfação em contribuir com ideias para o desenvolvimento de sua “terra natal”.

Após as apresentações, um proveitoso debate ocorreu, propiciando novas ideias para que Caeté cresça de forma sustentável. Além de ser acompanhado presencialmente, o evento contou com transmissão on line, permitindo a discussão dos temas mesmo à distância.