"Pode espernear à vontade", diz Moraes sobre críticas a inquérito

Categoria: Política , Criado em Terça, 19 Março 2019 18:12, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

STF Ministro Alexandre de Morais

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rebateu hoje (19) críticas direcionadas ao inquérito que apura notícias falsas (fake news) e agressões contra a Corte, afirmando que os críticos “podem espernear à vontade”. Ele é o responsável pela investigação.

Leia mais...


Reforma de militares economizará R$ 13 bilhões em 10 anos, diz Mourão

Categoria: Política , Criado em Terça, 19 Março 2019 18:06, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Vice Presidente Mourão

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, disse hoje (19), em Brasília, que o governo espera economizar em torno de R$ 13 bilhões nos próximos 10 anos com a reforma das aposentadorias e pensões dos militares. A estimativa, explicou, já inclui a reestruturação das carreiras militares, o que abrangerá medidas como aumento de gratificações.

Leia mais...


Mourão: expectativa é aprovar reforma da Previdência este semestre

Categoria: Política , Criado em Segunda, 18 Março 2019 19:11, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

mourão e doria aperto de mãos

Depois de participar de almoço na sede do governo paulista, o presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, disse hoje (18) que a expectativa do governo é de que a reforma da Previdência seja aprovada entre o final deste semestre e o início do próximo.

Leia mais...


Brasil dispensa visto de entrada para Canadá, EUA, Japão e Austrália

Categoria: Política , Criado em Segunda, 18 Março 2019 19:10, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

bandeira americana

O governo federal publicou hoje (18), no Diário Oficial da União, um decreto dispensando o visto de entrada no Brasil para canadenses, australianos, japoneses e norte-americanos. A medida será anunciada oficialmente pelo presidente Jair Bolsonaro amanhã (19), durante visita oficial aos Estados Unidos. O presidente, acompanhado de sua comitiva, chegou ontem (17) à tarde em Washington.

Leia mais...


Judicialização na saúde cresce 130% no país, mostra estudo

Categoria: Geral , Criado em Segunda, 18 Março 2019 19:07, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Estudo revela situação da judicialização da saúde no Brasil

Um relatório sobre a judicialização na saúde aponta crescimento de aproximadamente 130% nas demandas de primeira instância entre 2008 e 2017. A pesquisa, encomendada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Poder Judiciário, foi apresentada hoje (18) em São Paulo.

Leia mais...


Palocci acusa Lula de negociata na compra de submarinos franceses

Categoria: Política , Criado em Segunda, 18 Março 2019 18:58, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Ex ministro da Fazenda Antonio Palocci Agência Brasil

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci afirmou hoje (18), em depoimento à Justiça Federal, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva combinou o recebimento de propinas em uma negociação para a compra de helicópteros e submarinos da França.

Leia mais...


Acordo com EUA para uso de Alcântara coloca país em mercado bilionário

Categoria: Economia , Criado em Segunda, 18 Março 2019 09:41, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Jair Bolsonado Presidente Brasil Agência Brasil

O presidente  Jair Bolsonaro deve assinar na próxima terça-feira (19), em Washington, o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas entre Brasil e Estados Unidos, ao lado do presidente norte-americano Donald Trump. A medida permitirá o uso comercial da base de lançamentos aeroespaciais de Alcântara (MA). Estima-se que, em todo o mundo, exista uma média de 42 lançamentos comerciais de satélites por ano.

Leia mais...


MP-RJ apura depósito de R$ 100 mil para acusado de atirar em Marielle

Categoria: Geral , Criado em Sexta, 15 Março 2019 18:27, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Acusado caso Marielle Foto reprodução Agência Brasil REUTERS Lucas Landau

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostrou um depósito de R$ 100 mil feito na conta do policial militar reformado Ronnie Lessa, sete meses após o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março do ano passado. O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) não confirmou se há ligação entre o pagamento e os assassinatos.  O advogado de Lessa, Fernando Santanna, disse que não teve acesso ao relatório do Coaf e, por isso, não pode explicar a origem do dinheiro.

Leia mais...


Reforma da Previdência é tema de reunião no Planalto

Categoria: Política , Criado em Sexta, 15 Março 2019 18:21, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Jair Bolsonara Presidente Rosto

No Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu hoje (15) com o deputado federal Felipe Francischini (PSL-PR), que vai comandar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Em pauta, a tramitação da reforma da Previdência. Participaram do encontro o líder do governo na Câmara, deputado Major Victor Hugo (PSL-GO), e o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

À Agência Brasil, o líder do governo disse que cinco nomes são considerados para relatar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que altera as regras da aposentadoria cuja primeira fase de tramitação é justamente na CCJ. Cabe ao colegiado analisar a admissibilidade da PEC. Vencida esta etapa, o mérito da proposta é debatido no âmbito de uma comissão especial criada especificamente para este fim.

 O líder do governo na Câmara Major Victor Hugo PSL
O líder do governo na Câmara, Major Victor Hugo (PSL), conversa com o presidente Jair Bolsonaro sobre a tramitação da reforma da Previdência - Twitter Jair Bolsonaro

 

"A gente já tem cinco nomes no radar e vamos construir juntos isso com o Rodrigo Maia [presidente da Câmara], para que seja um nome de consenso e com apoio dentro da Casa", afirmou o Major Victor Hugo. Sem adiantar nomes, para não gerar "ansiedades", o deputado disse que os candidatos ao posto pertencem a partidos variados e são todos favoráveis à admissibilidade da PEC.

A escolha do relator é uma atribuição do presidente da CCJ, o deputado Felipe Francischini. Segundo ele, será adotado um critério técnico nessa definição. "O critério que eu vou adotar é um critério estritamente técnico, tem que ser uma pessoa com ampla capacidade jurídica e, de preferência, que tenha uma experiência já na Casa", afirmou.

 presidente da CCJ da Câmara deputado Fernando Francischini PSL PR
Na reunião no Palácio do Planalto, o presidente da CCJ da Câmara, deputado Fernando Francischini (PSL-PR), apresenta cinco nomes de parlamentares que podem assumir a relatoria da reforma da Previdência - Tânia Rêgo/Agência Brasil

 

 

A expectativa do governo é que a admissibilidade possa ser votada na CCJ até o fim deste mês ou, no máximo, até a primeira semana de abril. Esse prazo, no entanto, é contestado pela oposição. Segundo o deputado federal Afonso Motta (PDT-RS), um dos vice-líderes do PDT e integrante do colegiado, o prazo regimental se estende ao longo de todo o mês de abril. "Para nós, o prazo é até o final de abril. Nós vamos querer fazer o debate, que exige um certo tempo", afirma.    

Militares

 

A primeira reunião da CCJ será na próxima terça-feira (19), mas o presidente do colegiado já descartou iniciar os debates sobre a reforma da Previdência antes da apresentação, pelo governo, do projeto de lei que altera as regras na aposentadoria dos militares. "A primeira reunião vai ser uma pauta com itens normais, principalmente itens que já estavam na pauta do ano passado. A gente vai aguardar a vinda dos projeto dos militares para que possamos, então, desginar o relator e ele possa preparar seu voto", disse Francischini. 

O tema deverá ser abordado no almoço de amanhã (15), que será oferecido pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ao presidente Jair Bolsonaro e aos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.    

"O presidente Bolsonaro deve tocar nesse assunto, pelo menos por alto, com o o Rodrigo Maia, no almoço de amanhã, renovando o compromisso de apresentar o projeto de lei dos militares até o dia 20. Isso vai acabar com algumas ansiedades em torno da ideia de que a reforma não seria para todos", disse o líder do governo na Câmara, Major Victor Hugo. 

 


Ministro do Supremo suspende acordo da Lava Jato com os EUA

Categoria: Política , Criado em Sexta, 15 Março 2019 18:16, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Alexandre de Moraes STF Foto Antonio Cruz Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu hoje (15) suspender o acordo feito entre a força-tarefa da Operação Lava Jato e o governo dos Estados Unidos para ressarcimento dos prejuízos causados a investidores norte-americanos pelos casos de corrupção na Petrobras.

Leia mais...


STF decide que Justiça Eleitoral pode julgar corrupção da Lava Jato

Categoria: Política , Criado em Quinta, 14 Março 2019 21:03, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

stf juises julgamento2019

Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (14) a favor da competência da Justiça Eleitoral para investigar casos de corrupção quando envolverem simultaneamente caixa 2 de campanha e outros crimes comuns, como lavagem de dinheiro,  que são investigados na Operação Lava Jato.

Leia mais...


Missa e atos no Rio homenageiam Marielle no aniversário de sua morte

Categoria: Geral , Criado em Quinta, 14 Março 2019 17:39, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Missa Marielle rio janeiro

Diversas praças, monumentos e prédios públicos do Rio de Janeiro amanheceram com homenagens a Marielle Franco, vereadora assassinada no dia 14 de março do ano passado, ao lado do motorista Anderson Gomes. Faixas, banners, cartazes, fotos, girassóis e balões enfeitavam pontos como o Largo do Machado, os Arcos da Lapa, a Câmara de Vereadores, o Largo da Carioca, a Praça Tiradentes e a Assembleia Legislativa.

Leia mais...


Em Suzano, colégios públicos devem ter segurança extra

Categoria: Geral , Criado em Quinta, 14 Março 2019 17:37, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

sem titulo 2 5

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, disse hoje (14) que vai reforçar a segurança não só na Escola Estadual Prof. Raul Brasil, onde houve a tragédia com dois atiradores, que deixou dez mortos e 11 feridos, como nos demais colégios do município. Será instalado um departamento destinado à ronda escolar, ao programa anti-drogas e à visita do canil da Polícia Militar às unidades.

Leia mais...


Doria diz que indenizações podem chegar a R$ 100 mil por família

Categoria: Geral , Criado em Quinta, 14 Março 2019 17:36, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Joao Doria Prefeito São Paulo

O governo paulista criou um comitê executivo para viabilizar o pagamento de indenização aos familiares das vítimas do atentado ocorrido na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. O governador do estado, João Doria, disse que o valor da indenização será definido pela Procuradoria-Geral de São Paulo e deve ser de aproximadamente R$ 100 mil para cada familia.

Leia mais...


Sobreviventes se esconderam na despensa da escola durante tiroteio

Categoria: Geral , Criado em Quarta, 13 Março 2019 18:41, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Policiais na escola Raul Brasil após o tiroteio em Suzano em São Paulo REUTERS Amanda Perobelli Direi

A estudante Quelly Mileny, 16 anos, sobreviveu aos atiradores da Escola Estadual Prof. Raul Brasil, em Suzano, escondendo-se com outros colegas na despensa do colégio. “A gente estava indo merendar no refeitório, quando ouviu os tiros. No segundo tiro, a gente saiu correndo, e o lugar mais perto era a cozinha. Da cozinha, as tias nos colocaram no armazenamento de alimentos”, contou.

Leia mais...


Justiça Eleitoral não está apta a julgar crime de corrupção, diz Moro

Categoria: Política , Criado em Quarta, 13 Março 2019 18:27, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

Sergio Moro Juiz

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse hoje (13) que a Justiça Eleitoral não tem condições de julgar os processos envolvendo suspeita de corrupção e de lavagem de dinheiro, mesmo quando associados a crimes eleitorais.

“A posição do ministério, já externada publicamente, é de que a Justiça Eleitoral, embora faça um trabalho excelente na organização das eleições e na resolução de questões pontuais eleitorais, não está bem estruturada para julgar crimes mais complexos, como lavagem de dinheiro e corrupção”, afirmou o ministro.

Para Moro, o ideal é separar a competência para julgar os crimes eleitorais dos de maior complexidade. “O ideal é que haja uma separação. Esperamos respeitosamente que o STF profira a melhor decisão”, disse o ministro, ao participar, em Brasília, de uma reunião promovida pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), com a presença de comandantes das polícias militares (PMs) e dos bombeiros dos estados e do Distrito Federal.

O Supremo Tribunal Federal (STF) começa a examinar, às 14h, se o julgamento dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, quando envolverem crimes eleitorais, devem ser de competência da Justiça Federal ou da Justiça Eleitoral.

 


DEM expulsa filiado suspeito de participar do assassinato de Marielle

Categoria: Política , Criado em Quarta, 13 Março 2019 18:25, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

ACM Neto presidente do DEM por José CruzAgência Brasil

Em reunião na manhã de hoje (13), a Executiva Nacional do Democratas aprovou, por unanimidade, a expulsão do ex-policial militar Elcio Vieira de Queiroz, 46, preso ontem (12), suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018, no Rio de Janeiro.


O presidente do partido, ACM Neto, prefeito de Salvador, disse que a direção nacional não sabia que o ex-policial era filiado ao DEM.

“A gente não pode controlar os filiados de todo o Brasil. O que a gente pode é fazer como o partido fez: tomar medidas enérgicas diante de um fato absolutamente deplorável. O partido jamais aceitaria ter em seus quadros alguém acusado de assassinato em um crime que também foi contra a democracia”, afirmou ACM Neto.

O ex-policial militar foi preso ontem suspeito de participar do assassinato da vereadora e do motorista juntamente com o sargento da reserva da Polícia Militar Ronnie Lessa.

 


Anistia Internacional cobra solução completa do caso Marielle

Categoria: Geral , Criado em Quarta, 13 Março 2019 17:47, Escrito por VcNaNeT ,
Imprimir

Marielle Franco Psol Murro Agencia Brasil

A organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional entregou na manhã de hoje (13), ao governo do estado do Rio de Janeiro, 18 caixas contendo 800 mil assinaturas cobrando uma solução completa do assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, cuja execução completa um ano amanhã (14). Ainda hoje a entidade tem uma reunião com o governador Wilson Witzel, com a participação da mãe de Marielle, Marinete da Silva.

Leia mais...


Legendas têm até 5 de agosto para definir posição no pleito de outubro

Categoria: Eleições , Criado em Terça, 31 Julho 2018 20:30, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

partidos politicos.jpg

Após mais uma rodada de convenções partidárias, foram homologados seis candidatos a presidente da República: Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSol), Jair Bolsonaro (PSL), José Maria Eymael (DC), Paulo Rabello de Castro (PSC) e Vera Lúcia (PSTU).

Leia mais...


Pagamento da dívida só perde para Previdência em volume de gastos

Categoria: Eleições , Criado em Terça, 31 Julho 2018 19:57, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

gasto publico ilustração

A dívida pública federal, alimentada pelo desequilíbrio entre receitas e despesas do governo, pode ter efeito perverso sobre a população mais pobre e dependente das políticas públicas como saúde, educação e assistência social. O refinanciamento e a amortização da dívida repercutem de forma expressiva no orçamento público.

Leia mais...


Aumento da dívida pública desafia próximo presidente

Categoria: Eleições , Criado em Terça, 31 Julho 2018 19:55, Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir

notas real 50 2 de 1

Seja quem for o próximo presidente do Brasil, uma coisa parece certa a esta altura: irá conviver com um aumento constante da dívida pública. Conforme projeção do Tesouro Nacional para investidores, a proporção do endividamento passará dos atuais 75,7% do Produto Interno Bruto (PIB) para 82% em 2022, último ano do mandato. Mesmo que o próximo mandatário venha a ser reeleito, só verá a dívida cair em 2025 – terceiro ano de um hipotético segundo mandato.

Leia mais...



Pagina 3 de 60